sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Grzybobranie - um dos desportos nacionais na Polónia

Grzybobranie. Pintura de Franciszek Kostrzewski - Ilustração do tomo III do livro Pan Tadeusz. Ano de 1860.

Não, não são os cogumelos mágicos que podemos encontrar em Amesterdão que nos fazem rir como uns patetas e chorar como umas carpideiras quando nos apercebemos que deitamos dinheiro à rua. Na Polónia o fim do Verão e as chuvas trazem consigo a época dos cogumelos e o Grzybobranie (leia-se Gjêbóbranié) ou seja a "apanha dos cogumelos". Setembro e Outubro são os meses de excelência para a pratica desta actividade.

Não são também daqueles cogumelos pálidos e inodoros - ditos champignon - que em Portugal encontramos à venda num qualquer Pingo Doce ou Continente; os cogumelos na Polónia são quase como que um desporto nacional para muitos polacos e parece que essa "febre" se estende pela Europa Central e de Leste, especialmente na Rússia. 
Esta arte de apanhar cogumelos requer conhecimento das espécies e não se torna muito complicado encontrar livros ilustrados acerca destes fungos. Uma ocasião andei de cestinha à caça de cogumelos numa floresta algures no centro da Polónia. Quando se pratica este desporto com os connaiseurs arriscamos-nos a percorrer quilómetros de floresta sem encontrar nenhuma das espécies comestíveis; na realidade pude observar cogumelos com cores, tamanhos e formatos absolutamente incríveis mas nenhum deles, apesar de aparentemente parecerem apetitosos, eram próprios para os delicados estômagos humanos... to są dobry dla zwierząt (esses são bons para os bichos) dizia-me uma idosa que percorria a floresta da sua infância enquanto contava velhas histórias de uma Polónia que a guerra e o Comunismo afastaram do Ocidente durante décadas.

O Grzybobranie é de tal forma renhido que os verdadeiros fãs do desporto levantam-se de madrugada, ainda antes do sol nascer. Não se trata de nenhum segredo para apanhar os cogumelos frescos mas sim para os apanhar antes que outros o façam. Nalguns sítios sente-se uma certa tensão em saber que há outros grupos de caçadores na cena e os cogumelos comestíveis desaparecem em poucos dias.

Um dos tipos de cogumelo mais populares são os prawdziwki (os verdadeiros) e encontram-se amiúde nos mercados e feiras durante a época do Grzybobranie.

O modo de comer estas iguarias varia mas deve ser feito o mais rápido possível pois os cogumelos não são algo que se possa conservar no frigorifico. Pode ser em sopas (muito boas mesmo!), em conserva ou como acompanhamento de uma refeição. Há ainda quem os deguste acompanhados de Vodka nacional, uns cálices de Wyborowa ou mesmo de Żubrówka parecem ser uma ligação perfeita, quase como alguns queijos e um bom copo de vinho tinto. Também se pode fazer a seca do cogumelo (ao estilo seca do bacalhau mas sem o cheiro nauseabundo) de modo a ter uma reserva em casa. Os cogumelos em conserva, ao estilo pickle, são um dos melhores métodos de os conservar e nesse aspecto os polacos mostram mestria nesta arte mas como em tudo na vida só mesmo experimentando.

 Como este ano não planeio ir à aldeia nem arrisco a apanhar cogumelos em Łódż limito-me a comprar os ditos na feira. Há sempre uma velhinha de uma aldeia qualquer a vende-los a bom preço.

7 comentários:

Pedro Máximo de Macedo disse...

Fogo Ricardo, são mesmo grandes :)

PM Misha disse...

tema interessante.

a minha moça tem alta nóia com a apanha dos cogumelos, mete-se no mato mesmo que chova e passa lá horas até encher o cabaz ou até se constipar. já me convidou para me juntar no evento mas declinei o convite óbvia e delicadamente, eu nem aos caracóis vou quanto mais aos cogumelos

Ricardo Taipa disse...

@ Máximo: Ainda há maiores que estes e alguns, surpreendentemente, praticamente crescem do dia para a noite.

@ Nuno: Como bons portugueses gostamos de nos sentar à mesa e degustar os petiscos, pouco interessa se os colhemos ou não. Por vezes também se torna interessante ver algumas polacas "pupa do góry".. cóf cóf...

PM Misha disse...

pupa do góry é sempre um petisco apreciado pelos portugueses, principalmente aqueles residentes neste abençoado (nesse aspeto) país. mas levantar a pupa da cama às 5 da matina para me pôr de pupa para o ar a apanhar bolores no briol húmido... não, obrigado.

Ryan disse...

Se se for para ver a pupa ao ar... agora apanhar cogumelos... e ainda por cima tao cedo... ide... idze

Ricardo Taipa disse...

Amigos... nunca é cedo nem tarde para ver "pupas" do góry mas confesso que quando tenho turno das 6 da manhã às 2 da tarde e me levanto às 5 vou a conduzir em Estado Alfa portanto a apanhar cogumelos a essa hora também não me apanham.

Kombi Do Rock Cristão disse...

Bom o blog, visitei e estou seguindo, tem como entra no meu. Muito obrigado
http://kombidorockcristao.blogspot.com/