quarta-feira, 4 de março de 2009

Milennium Bank - O circo está a ser desmontado?



O Bank Millennium "está acabado enquanto 'driver' em termos de lucros" para o BCP

In: economico.sapo.pt

A 11 de Novembro de 1975 em Angola a bandeira verde e rubro descia do mastro para ser dobrada e levada debaixo do braço dando lugar a uma bandeira com uma catana e uma roda dentada partida.

Não, os portugueses não colonizaram a Polónia - nem que quisessem - mas existem fortes rumores que um dos símbolos da nossa presença em terras polacas pode desaparecer no vórtex da crise económica mundial; o Millennium Bank do grupo portugues BCP.

A bolha rebentou, como em todo o lado...


Um dos grandes problemas para os bancos ocidentais que têm subsidiárias na Polónia é o facto de grande parte dos créditos à habitação neste país terem sido contraídos em divisas que não eram a moeda local (o zloty), já que os juros praticados na zona euro e na Suíça eram bastante mais baixos do que na Polónia. Com a desvalorização em 33% da moeda polaca desde o último trimestre do ano passado muitos clientes destes bancos viram o custo real das suas hipotecas disparar, estando a deixar de serem capazes de pagar as suas prestações.



O ano passado podíamos ler amiúde que o Millennium Bank na Polónia era um caso de sucesso dos investimentos portugueses no estrangeiro, nomeadamente na Europa de Leste (Europa Central mas pronto...) e agora que nos encontramos num pantanal, rodeados de uma espessa neblina, o Millennium é afinal prejudicial para o grupo BCP.


Uma vez que “não parece haver razões claras para as autoridades polacas apoiarem os bancos nesta posição que têm casas-mãe no Ocidente”, o UBS considera que “parece ser bem possível que as perdas que serão sofridas vão forçar o BCP a procurar capital fresco.
Em consequência, o UBS avança com recomendações de “vender” tanto para o BCP como para o Bank Millennium.
No entanto o CEO (vulgo patrão) do Millenium Bank Polska nega os rumores sobre a insolvência do Millennium ou a compra deste banco pelo BKO Bank Polski.


A Polónia é uma aposta fundamental para o BCP, a criação de valor para o grupo nos próximos anos vai, de certeza, passar pelo mercado polaco e está completamente fora de causa que a Polónia esteja para ser vendida», disse Luís Pereira Coutinho, CEO do Millennium Bank, em entrevista à Agência «Lusa», em Varsóvia.

«o BCP não é um banco português só para Portugal que por acaso faz a Polónia». «É um banco com vocação para se internacionalizar e hoje em dia o mercado polaco tem uma importância determinante, como tem o mercado português, e está fora de causa que o BCP vá vender a Polónia»,


Esperemos portanto que os rumores sejam apenas isso, rumores, e não afectem os investimentos portugueses na Polónia, a eventual retirada do Millennium Bank da Polónia iria com certeza desencorajar outros investidores nacionais e como consequência todos perderíamos oportunidades, entre os quais os emigrantes portugueses na Polónia que trabalham ou gostariam de trabalhar com empresas portuguesas.

3 comentários:

Rui Vilela disse...

Está acabado por agora. Lá que dê prejuízo agora não significa que abandonem o barco.

Qual é a vantagem do banco para os emigrantes a não ser trabalho? Não conheço nenhuma ... Nem o sistema informático suporta o meu nome completo.

Zé da Bola disse...

Pois esta crise é como o sol quando nasce é para todos. Acabou-se o lucro fácil e crescer do dia para a noite. Quanto aos bancos não tenho pena nenhuma que morram eles matam sempre o que tenho no bolso. Mas no caso do Banco Millenium acho que seria bom manterem a presença por cá. Não tenho conta por lá mas mais tarde gostaria de ter. Infelizmente alguns destes grandes bancos internacionais na Polónia cedo ou tarde vão ter de saír. Acho que não há lugar para tanta gente

online degree disse...

Nicely explained. It's indeed an art to stop new visitors with your attractive writing style. Truly impressive and nice information. Thanks for sharing.