terça-feira, 19 de maio de 2009

Encontro de patrícios lá para os lados da Wielkopolska

Panado com batata frita, cebola e uma fatia de queijo e um bizarro sortido de pierogi que o João praticamente nem tocou, tudo isto a meia-luz e acompanhado de Coca-Cola e sumo de laranja pois quem conduz, não bebe...

Graças aos computadores e à Internet já conheci imensas pessoas e - sem querer - arranjei inclusivamente casamentos - quem sabe do que estou a falar que se chegue à frente!

Sábado conheci mais um patrício, o João Jorge Azevedo Lima de Konin. A deslocação teve a ver com assuntos particulares mas também - como não podia deixar de ser - foi motivo de grande alegria pelo encontro de dois patrícios numa terra tão distante da pátria de Camões, uma pequena cidade na província da Wielkopolska.

Antes deste encontro já tinha conhecido outro português por terras polacas, o Geraldo Geraldes do blogue Divina Polónia, conversamos durante umas horas como se fossemos amigos de longa data, foi bom e recordo o Geraldo com o seu sorriso franco e com o seu sentido de humor refinado.

Geraldo, cá te esperamos.

Percorri 100 km em boa auto-estrada e esperei-o num centro comercial. Enquanto esperava entraram algumas pessoas, todos tinham caras de polaco excepto um individuo moreno. Era o João.
Foi refrescante poder falar em português e ouvir português, dizer uns saudáveis impropérios sem que ninguém entenda o que dizemos, falar sobre os temas típicos entre homens portugueses e conhecer algo mais de outros patrícios nestas paragens. Fiquei a saber, por exemplo, que o Misha é alto (eu imaginava o Misha pequenino) - mas isso deve ser culpa do avatar escolhido pelo nosso algarvio, não faz jus ao seus semblante!

Quando fui convidado a almoçar entramos num elegante restaurante polaco com a típica iluminação [praticamente inexistente], as rendas nas mesas as flores e velas a enfeitar a mesma. Tivemos um almoço à luz de velas - mas velas apagadas pois não haviam polacas!

5 comentários:

Rui Vilela disse...

Eh! quando foi isto? Também queria :P

Um dos elos (entre algumas dezenas) do casamento é teu! sim :)

Ricardo Taipa disse...

A "ogłoszenia" sobre o blogue de um tal Rui foi escrita por mim...

Geraldo Geraldes disse...

Nem sei por onde começar. Hesito se pelos naperons ou pelos belos pratos que vocês escolheram para (não) comer. Ou pelas velas (tanto faz se apagadas ou não, estavam lá!!!) ou pelos rasgados elogios à minha pessoa.
Adiante, acho que o facto de ainda existirem relativamente poucos portugueses na Polónia, faz com que exista a vontade da malta combinar coisas, conhecer-se, partilhar coboiadas, etc. E é mesmo verdade, a internet facilita imenso isso, e é para aproveitar. Claro que as distâncias atrapalham e nem sempre sai barato deslocarmo-nos.
Ps: Regressar à Polónia é algo que não é nem a primeira nem a segunda prioridade, mas está no Top 3 :).
Ps2: De facto, horripilante a imagem que colocaste. Aics

PM Misha disse...

um abraço para o joão, que já veio à minha casa beber um pouco de varsóvia, e outro pró geraldo que infelizmente não pude conhecer melhor do que umas esporádicas imperiais em mesas de futebol.

ricardo, em junho vou retribuir a visita do joão. będzie almoçarada! q:)

Ricardo Taipa disse...

Bardzo dobrze Misha! Parece que em Konin há um cozinheiro italiano e tudo!

Em breve também teremos de ir a Varsovia.